PF em Jequié; Greve; Pedido de Interdição; Professor Gondim na CPI dos Precatórios. Fatos que marcaram a semana

  • Resumo dos fatos mais marcantes da semana passada. A movimentação começou com a presença da Polícia Federal que interrogou várias pessoas com alguma relação com as denúncias relacionadas a aplicação de verbas públicas no Município.
  • Ex-secretário municipal de Educação, professor Roberto Gondim, foi ouvido, na sexta-feira, dia 09ago19, na sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI – da Câmara de Vereadores que apura graves denúncias relacionadas a investimentos de verbas públicas nas reformas de prédios escolares. Outros também foram interrogados na mesma data.
  • Prefeito Sérgio da Gameleira efetuou a retirada da regência da folha de pagamento dos professores, assunto que teve grande repercussão entre vereadores até mesmo os da base que fizeram questão de informar que a decisão foi unilateral do prefeito e que eles sequem sabiam.
  • Professores da rede municipal de ensino, insatisfeitos com a decisão do prefeito de Jequié, vão parar a educação. Greve, por tempo indeterminado, a partir de quinta.
  • Interdição da ponte que liga o Viveiro ao São Judas Tadeu foi recomendada pelo Ministério Público por falta de segurança.
  • Empresário Waldomiro Borges (Borginho) vai à Câmara Municipal. O motivo foi nobre. Ele foi participar da Sessão Solene de entrega do Título de Cidadão ao amigo Edmilson Garcia. Os ex-prefeitos Reinaldo Pinheiro e Walter Sampaio, o prefeito de Itagibá, Gilson Fonseca e muitos outros também se fizeram presentes.