Heptacampeonato brasileiro coloca Diego Santos em um seleto grupo de campeões

Diego Santos, atleta do Projeto Judô Ação e da Seleção Brasileira, concedeu entrevista ao jornalista Souza Andrade (Jequié FM 89,7) nesta terça-feira (03dez19), na qual se reportou sobre o heptacampeonato brasileiro de judô sênior, conquistado por ele na grande final realizada em Santa Catarina, no último domingo. O jequieense faz parte de um seleto grupo de campeões, provavelmente, o único com esta marca de sete títulos brasileiros seguidos em uma categoria do judô.

Líder do ranking nacional desde 2016, Diego Santos conclui o calendário de competições da Confederação com mais 180 pontos. Esta pontuação é importante porque a liderança vale uma convocação para representar o Brasil em uma etapa de Grand Prix do Circuito Mundial IJF. O judoca, que sonha participar da Olimpíada de Tóquio, terá um início de temporada decisivo em 2020, tendo em vista que, hoje, quatro atletas disputam uma vaga em sua categoria (66kg). Como a convocação ocorre um ou dois meses antes da competição, a chama da esperança permanece acesa.

A presença de Diego Santos na Bahia, depois de vários anos atuando em Porto Alegre/RS, representa um divisor de águas para o judô no Estado. A Bahia havia perdido sua referência, situação totalmente diferente agora. Em apenas dois anos já conquistou dois títulos nacionais, além de inúmeras outras medalhas de ouro e conquistas importantes em competições internacionais.

Além de fazer parte do grupo de atletas do Projeto Judô Ação, treinando no Centro de Treinamento do Rotary Club de Jequié-Norte, Diego Santos também é professor de judô nos Núcleos do citado projeto social, em escolas e acompanhar a equipe em competições dentro e fora do Estado. Trata-se de uma referência especialmente para as crianças e adolescentes que se espelham no campeão que também é um grande cidadão.