“Meu novo amor”, diz bispo eleito ao se referir à diocese de Jequié

Em sua primeira mensagem, após o anúncio oficial de sua nomeação, dom Paulo Romeu, dirigiu uma palavra especial de afeto à diocese de Jequié, fazendo uma menção particular ao clero. Saudou os sacerdotes, diáconos, religiosos, seminaristas, leitos e leigas, relatando que o coração dele canta, exulta, reza, vibra na expectativa da chegada entre os jequieenses e os demais que compõem a comunidade diocesana. “Chegarei para caminhar com todos e dar continuidade a missão iniciada 42 anos atrás com a criação da diocese de Jequié”, disse o bispo eleito. Em seguida, chamou a diocese de Jequié de “meu novo amor”.

Embora a informação da transferência de dom Paulo Romeu, da diocese de Alagoinhas para a diocese de Jequié, tenha vindo a público somente no último dia 13 de janeiro/21, o comunicado do Vaticano ao bispo eleito se deu no dia 22 de outubro de 2020.

Dom Paulo Romeu, que visita Jequié neste domingo e permanecerá até segunda-feira, quando manterá seus primeiros contatos com o clero local, será o terceiro bispo da diocese de Jequié, sucedendo dom Cristiano e dom José Ruy. A posse será em 19 de março.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo